Loading...
Miniabdominoplastia2019-09-26T14:25:05-03:00

Miniabdominoplastia

O que é?

A miniabdominoplastia consiste na cirurgia semelhante à abdominoplastia, porém, como o nome já diz, com cicatrizes de menor extensão e a ausência da cicatriz em torno do umbigo. Ela remove apenas a pequena flacidez de pele que alguns pacientes têm no abdomen inferior.

Esta cirurgia é indicada para mim?

Os pacientes que apresentam mínima flacidez de pele ou enfraquecimento da musculatura apenas na região abaixo do umbigo talvez não sejam candidatas a uma abdominoplastia completa. Para estas, existe a miniabdominoplastia, que tem indicação restrita e específica.

Etapas do procedimento

Etapa 1 – Anestesia
Medicamentos são administrados para o seu conforto durante o procedimento cirúrgico. As opções incluem sedação intravenosa e anestesia geral.

Etapa 2 – Incisão
O procedimento de miniabdominoplastia consiste na marcação de um fuso na área acima do púbis e abaixo do umbigo no abdomen inferior. A forma e o comprimento da incisão serão determinados pelo grau de correção necessário, porém essa será menos do que na abdominoplastia. Através desta incisão, os músculos abdominais enfraquecidos são reparados e suturados, enquanto o excesso de gordura, de tecidos e de pele, algumas vezes, podem ser removidos caso haja indicação. Não há incisão em torno do umbigo e este permanece em sua posição ou pode ser rebaixado em alguns centímetros.

Etapa 3 – Fechando as incisões
Suturas, adesivos de pele, fitas ou clipes são usados para fechar as incisões na pele.

Resultados

Os resultados finais podem ser inicialmente obscurecidos pelo inchaço e pela incapacidade do paciente de ficar totalmente na vertical, o que só ocorre após uma ou duas semanas, até que a cicatrização interna seja finalizada. Um contorno corporal definido, com abdome tonificado e proporcional ao corpo e ao peso da paciente, é o objetivo dessa cirurgia.

Cuidados antes e depois da cirurgia

Previamente à cirurgia, pode ser necessário fazer exames de laboratório ou avaliação médica, tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais. Parar de fumar bem antes da cirurgia além de evitar tomar aspirina, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento.

Após a cirurgia, curativos ou bandagens podem ser aplicados sobre as incisões e o paciente pode ser envolto em uma bandagem elástica ou compressão para minimizar o inchaço e sustentar os novos contornos do abdômen à medida que cicatrizam. Por ser uma cirurgia de menor extensão pode ser que o paciente retorne mais cedo às suas atividades, quando comparada à abdominoplastia tradicional.

Perguntas a fazer ao cirurgião plástico

Onde vou permanecer em recuperação após o término da cirurgia?
Qual medicação me será dada ou prescrita após a cirurgia?
Será necessário curativo após a cirurgia? Quando será removido?
Os pontos serão removidos? Quando?
Quando poderei retomar minhas atividades normais e exercício físico?
Quando será a consulta de retorno?

Agende sua consulta

Agendar
Agende sua consulta